Menu fechado

Condensadora de ar-condicionado: como funciona? Como limpar?

limpeza de condensador de ar condicionado

Este post é para você que está estudando sobre condensadora de condicionado e que deseja melhorar suas atividades no dia a dia do seu trabalho.

Um aparelho ar-condicionado conta com uma unidade evaporadora, que é a unidade interna e que fica dentro do ambiente climatizando o ar refrigerado e uma unidade condensadora, que é a unidade externa e que é responsável pelas trocas de calor.

Na unidade interna ou evaporadora, ficam as entradas e saídas de ar; Na unidade externa ou condensadora, ficam as saídas de ar. Entre as duas partes ficam a tubulação de interligação e a mangueira de escoamento. Para modelos janela e portátil, as duas unidades estão unificadas. Para conhecer todos os modelos de ar condicionado, leia este outro artigo, clicando no link do blog.  

Como funciona a troca de calor na condensadora?

Uma condensadora é a unidade externa do aparelho de ar condicionado. Ela é responsável pela troca de calor do ambiente interno e externo. Na unidade condensadora o fluido refrigerante que transita dentro do circuito frigorífico, rejeita o calor do sistema para o ar ao redor para o ar do ambiente interno.

Em uma condensadora o fluido refrigerante entra em estado superaquecido e logo após é condensado, rejeitando o calor para um meio externo que pode ser o ar, ou água. O fluido refrigerante ao deixar a condensadora está no estado líquido saturado ou subresfriado, dependendo da temperatura externa e também do tipo de condensadora.

De forma resumida, a condensadora transforma o fluido refrigerante no estado de vapor para o estado líquido. Na imagem abaixo, você entenderá como funciona o ciclo de refrigeração por compressão de vapor, utilizado em ar condicionado e refrigeração.

Ciclo de condensador de ar condicionado

Por que é preciso limpar o condensador?

Uma condensadora de ar, assim como a evaporadora, possui uma serpentina de troca de calor, um ventilador e uma carcaça protetora. Enquanto a evaporadora fica protegida pelo ambiente interno da casa ou do estabelecimento comercial, a condensadora fica na área externa do ambiente e sofre com as intempéries da natureza, como o sol, a chuva, o vento. Entenda mais sobre intempéries, clicando aqui.

Uma serpentina suja provoca o aumento de corrente e pressão no funcionamento do trabalho, obstruindo o fluxo de ar. Isto faz com que o ventilador e o compressor trabalhem mais para realizar a troca de calor entre o ambiente interno e externo e por isto muitas vezes a eficiência do aparelho não é atingida e o ambiente interno não “gela” ou gera o bem-estar necessário que o ar condicionado proporciona às pessoas.

Você sabia que uma serpentina muito suja pode levar até uma pane de compressor? A serpentina é uma das peças principais do ar condicionado e a que possui o maior preço de revenda de todas as peças de uma condensadora de ar condicionado.

Por isto, sua limpeza é muito importante e obrigatória para que seu cliente não tenha despesas extras com a manutenção e você demonstre conhecimentos técnicos na hora de cobrar um orçamento, explicando o motivo do valor do serviço.

Então, como você deve limpar a condensadora?

Para limpar a condensadora e a serpentina, você deve utilizar uma escova de pelos ou um aspirador de pó. Se a serpentina e suas aletas estiverem muito sujas, é possível usar jato de ar comprimido ou mesmo jato de água com baixa pressão, certificando de que este jato não está danificando as aletas. Muito cuidado! Pode não parecer, mas a condensadora é uma peça frágil.

Se o aparelho estiver com uma sujeira profunda impregnada na serpentina e outras partes da condensadora, você terá que desmontar a peça e limpar com algum produto desincrustante. Lembre-se de utilizar EPIs para este tipo de limpeza, pois você estará trabalhando com ácidos e todo o cuidado se torna necessário para a sua proteção e também para passar uma boa imagem ao cliente.

Leia as instruções da embalagem do produto e veja no manual de utilização do fabricante do ar condicionado, quais são instruções e que tipo de produto devem ser utilizados para que não aconteça danificações no aparelho ou perda de garantia. Se for necessário usar um ácido para a limpeza da serpentina, depois de usá-lo, lave bem as peças com água corrente até a retirada total do produto.

Muito cuidado! Certifique-se que lavou bem as peças, pois o aquecimento faz com que resíduos de produtos químicos se solidifiquem no local, obstruindo a troca de calor e gerando problemas na eficiência da peça e consequentemente, na imagem do seu trabalho.

O gabinete da máquina pode ser limpo com um pano macio embebido em sabão neutro e com água morna. Não use solventes, ceras ou álcool para limpar peças de plástico.

Acompanhe o PMOC (Plano de Manutenção, Operação e Controle)

Por fim, acompanhe no PMOC ou sempre que possível, o estado de limpeza da condensadora. O bom rendimento do sistema depende deste acompanhamento e da sua experiência e cuidado com o trabalho, Instalador Refrigerista.

Em contratos de manutenção preventiva que dispõem do PMOC de acompanhamento, é comum encontrarmos uma frequência de limpeza mensal da unidade condensadora, com a limpeza e desmontagem total do aparelho uma vez por ano. A frequência deve ser definida em função das normas pertinentes e de acordo com o tipo de ambiente do cliente e da frequência da utilização do aparelho.

Mas lembre-se: a unidade condensadora deve ser limpa em sua totalidade pelo menos 1 vez ao ano.

Precisando de peças para a instalação ou manutenção do ar condicionado? Na Friopeças você encontra tudo o que precisa. Entre em contato pelos telefones que estão em nosso site, clicando aqui.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bitnami