Nos últimos meses, a taxa de desemprego no Brasil subiu de 11,8% para 13,1%. Com esse cenário, muitos profissionais buscam a recolocação profissional – e a área de refrigeração e climatização é uma alternativa para quem pretende trabalhar em um setor com amplo leque de opções de atuação. Descubra como se tornar um técnico em refrigeração e climatização.

Os profissionais dessa área elaboram projetos de instalação e manutenção de sistemas de refrigeração seguindo a legislação e as normas técnicas, ambientais, de saúde e de segurança no trabalho. A demanda residencial é grande, mas a da indústria também. O técnico pode atuar em diversos segmentos industriais e em oficinas de refrigeração comercial, industrial e automotiva.

Como a legislação brasileira exige que qualquer instalação possua um projeto de climatização, há uma grande procura por profissionais qualificados – e, para atuar na área, é preciso fazer um curso técnico. O Senai (Serviço de Aprendizagem Industrial) oferece o curso Técnico em Refrigeração e Climatização em diferentes estados do Brasil. Acesse o portal do seu estado para saber mais.

Qual curso escolher?

Em primeiro lugar, você deve definir qual braço da climatização quer percorrer, pois existem cursos técnicos de curta duração e também graduações de nível universitário. Veja os cursos mais comuns, segundo o Senai:

  • Projetos de climatização (projetista)
  • Técnico em ar-condicionado (instalação e manutenção de splits e janeleiros)
  • Profissional da climatização
  • Ar-condicionado solar
  • Ar-condicionado automotivo
  • Técnico em refrigeração e climatização
  • Refrigeração comercial (câmaras frias)
  • Refrigeração industrial
  • Refrigeração aplicada
  • Mecânico de refrigeração
  • Automação residencial
  • AC central / splitão / self contained
  • Técnico climatização de grande porte (instalações comerciais e industriais)

Depois do curso

O técnico pode trabalhar para uma empresa, como uma loja de assistência técnica ou uma prestadora de serviços, ou se tornar autônomo, tendo assim o seu negócio próprio. Para ganhar destaque no mercado de trabalho é importante estar sempre atualizado sobre as novidades, prestar um atendimento que supere as expectativas dos clientes e se inserir no mundo digital.

O técnico pode, ainda, fazer cursos de especialização oferecidos pelo Senai ou pelo Sesi (Serviço Social da Indústria) para buscar essas atualizações e aprofundar o conhecimento, além de se manter informado por meio de publicações, blogs e revistas. Veja mais no site da Abrava (Associação Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Ventilação e Aquecimento).